John Martin
Ago 26, 2021 | 6 min read

Na série de artigos  dedicados à promoção de website escritos por experts em marketing e SEO,  primeiro artigo cobre o tema das Core Web Vitals, as mais novas métricas de SEO,  e a relevância delas para os websites de e-commerce. 

Core Web Vitals são as métricas de SEO  mais importantes dos Web Vitals. Ou seja, é um subconjunto de métricas de SEO dentro do conjunto completo Web Vitals. 

Seu primeiro fator de posicionamento, que é o LCP, é o elemento de maior exibição do conteúdo crítico. Ele informa o tempo de renderização da maior imagem ou bloco de texto visível na janela de visualização, em relação à quando a página começou a carregar pela primeira vez – e é isso que o Google quer mensurar.

O que significa, de uma maneira mais simples e objetiva, é que o que a gente costumava chamar de “conteúdo acima da dobra” quando carregávamos a página antigamente, é agora o elemento de maior exibição do conteúdo crítico – LCP.

LCP

Exemplos que facilitam a compreensão

Exemplo I

Repare nesse exemplo aqui. No frame I, ele tem a primeira linha da FCP, que é a primeira pintura. Mas quando acaba de carregar a área crítica, frame v, o maior elemento é essa imagem do presidente Biden, com a vice-presidente, e o senador Cory Booker.

LCP Exemplos

Então, quanto tempo que demora para carregar essa imagem é o que gera a métrica LCP. Quanto antes ela carregar, menor – e melhor – será o índice LCP.

Exemplo II

LCP Exemplos

Seguindo, um exemplo intermediário é esse do Instagram. Muito embora tenha pouco conteúdo nessa página, é legal notar que o LCP é carregado já no nosso terceiro frame. E aí só depois vão carregando as outras coisas.

Provavelmente, a olho nu não se tem essa percepção exata, mas efetivamente é dessa maneira que a página carrega. Portanto, esse já é um LCP melhor, não está na primeira tela, mas se apresenta na terceira tela.

Exemplo III

LCP Exemplos

Por último, temos esse exemplo do próprio Google. Ao fazer uma pesquisa, repare que o LCP é carregado já na segunda tela. O mais interessante é entender que como você se atenta nessa primeira informação, que é a informação maior e talvez a mais importante, durante o tempo que se passa olhando a imagem, o restante do conteúdo já está carregando.

Ainda não sabe como mensurar o LCP?

Se você ainda não sabe como mensurar o LCP, fique tranquilo! Existem ferramentas que podem confirmar qual é o LCP. Uma delas é o PageSpeed Insights do próprio Google, que vai conseguir te disponibilizar esse tipo de informação.

O que fazer?

  • Entrar no PageSpeed Insights
  • Colar a URL da sua página 
  • Testar a métrica!

É muito simples e objetivo.Porém, existe um ponto específico importante para e-commerce. Como no e-commerce se têm diversos tipos de página, se o teste for feito apenas em páginas de produto, provavelmente o resultado vai ser sempre igual. Mas se outras páginas não forem testadas, como a de categoria, página de tags, e homepage, não se saberá qual o LCP dessas páginas. O recomendado é testar uma página por taxonomia para conhecer, com certeza e segurança, as suas métricas de SEO.

A recomendação do Google é que o LCP seja igual ou menor que 2.5 segundos para 75° percentil de carregamentos, o que significa que para 75% dos usuários que acessam aquele site esse LCP deveria carregar em menos de 2.5 segundos.

Indo mais além, até 2.5 segundos de tempo de carregamento, o Google considera que o é LCP bom. Até 4 segundos, que é satisfatório. E a partir de 4, que é ruim. O certo é você sempre está abaixo de 2.5 segundos para, pelo menos, 75% dos usuários. O Google sabe que muitas vezes alguns usuários têm uma conexão muito ruim no celular, e que, por isso, vão realmente ter mais dificuldade em carregar alguns recursos. Por isso esses 25% de margem, não precisando obter 100% dos melhores resultados.

Vilões do LCP

Em relação ao LCP, alguns pontos que são críticos, principalmente quando falamos em e-commerce. Um deles é a utilização de imagens, outro é o tempo de resposta do servidor e o último, recursos que impedem a renderização. Esses são os principais. Não significa que não existam outros, mas normalmente, esses três são os grandes fatores que definem se o LCP é bom ou péssimo.

De modo geral, essas são as orientações referentes à o que é LCP, essa métrica de SEO tão relevante dado as novas atualizações do Google. Quanto às outras duas métricas que integram as Core Web Vitals,  First Input Delay (FID) e Cumulative Layout Shift (CLS), você pode conferir os artigos aqui do nosso blog SE Ranking que tratam a fundo sobre cada uma delas.

Share article
Post Views: 61
Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

MAIS ARTIGOS
CONTEÚDO DE SEO
Melhores ofertas de Black Friday e Cyber ​​Monday de 2021 para profissionais de marketing digital
Nov 24, 2021 15 min read

Chegou a Black Friday e a Cyber ​​Monday! Isso significa que negócios e vendas incríveis já estão começando a aparecer em todos os lugares que você olhar. Para evitar que você tenha de passar por todas elas sozinho, aqui está uma lista escolhida a dedo das principais ofertas de marketing e SEO que você pode aproveitar este ano!

Elena Demianenko
CONTEÚDO DE SEO
Guia de SEO para novos Websites
Nov 11, 2021 38 min read

Nesse artigo vamos ver como trabalhar o SEO de um website que está pronto, mas ainda fora do radar dos motores de busca. Mas antes antes disso, vamos perceber o que é um novo website para os motores de busca.

Martim Roll