0 comment
45 min read
Ago 08, 2022

O número de usuários de e-mail ativos cresce a cada ano. Em 2021, atingiu 4,1 bilhões e, em 2025, deve crescer para 4,5 bilhões. Com os e-mails, nos comunicamos, trabalhamos, contratamos serviços, recebemos ofertas personalizadas e obtemos informações sobre nossos pedidos online.

Neste artigo, discutiremos por que os e-mails continuam sendo um dos principais canais de comunicação e são parte integrante da maioria das estratégias de marketing digital. Vamos descobrir como lançar uma campanha de email marketing: crie uma lista de destinatários, crie uma mensagem envolvente e meça os resultados.

O que é email marketing e como o utilizar

O e-mail marketing é um canal de comunicação através do qual você pode enviar e-mails em massa para o público-alvo. Ele constrói uma comunicação direta entre a marca e seus clientes.

O e-mail marketing como canal de comunicação possui uma ampla gama de importantes vantagens competitivas:

  • ROI Alto. Para cada dólar gasto, o email marketing retorna US$ 44.
  • Personalização. Os e-mails estabelecem contato direto com o cliente, o que aumenta significativamente a eficácia da campanha.
  • Vendas Repetidas. Reter clientes é sempre mais barato do que atraí-los. Os e-mails ajudam a persuadir os usuários a visitar o site e comprar novamente.
  • Maior base de clientes. Como dissemos antes, o número de usuários de e-mail é superior a 4 bilhões, o que é várias vezes maior que a audiência do Facebook.
  • Natureza universal. Este canal de comunicação é usado por todos os tipos de empresas em todo o mundo para impulsionar as vendas, informar e envolver o público e construir comunidades.

Objetivos do Email Marketing

O email marketing é uma ferramenta eficaz para muitas tarefas de promoção. Vamos discutir alguns deles:

  • Construir relações e ganhar confiança. E-mails são ótimos para se comunicar diretamente com clientes existentes e potenciais. Você pode nutrir a confiança deles e melhorar a imagem da sua marca compartilhando avaliações e depoimentos de pessoas reais ou fornecendo ofertas exclusivas e dicas úteis. Isso provará que sua empresa é confiável e convencerá as pessoas a visitarem seu site para obter mais informações.
  • Aumentar o conhecimento da marca. Os e-mails são frequentemente usados ​​para informar clientes em potencial sobre sua empresa. Quanto mais vezes o nome da sua marca aparecer na caixa de entrada, maior a probabilidade de eles se lembrarem e se lembrarem dele no momento certo. Isso leva a um aumento na fidelidade à marca e, como resultado, nos lucros.
  • Aumentar o tráfego. Links em e-mails ajudam a aumentar o tráfego do site. Mas isso só funciona se a oferta for relevante para os leitores e o call to action for envolvente.
  • Promover conteúdo. O marketing por e-mail funciona muito bem para direcionar o tráfego para postagens de mídia social, artigos de blog e outras páginas do site.
  • Promoção de produtos e serviços. Os e-mails ajudam você a persuadir os assinantes a fazer uma compra. Você pode informá-los sobre as próximas vendas e oferecer descontos personalizados. Essa técnica é excelente para convencer clientes que já demonstraram interesse em seus produtos ou serviços a fazer sua primeira compra.
  • Engajar assinantes inativos. Os e-mails podem ser usados ​​para lembrar seus assinantes sobre você e reativá-los – despertar o interesse deles e persuadi-los a fazer outra compra.
  • Automatizar tarefas rotineiras. Você pode configurar respostas automáticas para várias ações, por exemplo, enviar uma carta de confirmação para novos assinantes. A automação permitirá que os profissionais de marketing por e-mail se concentrem em tarefas mais importantes.

Tipos de campanhas de email

Dependendo dos objetivos da campanha, existem quatro tipos principais de e-mails:

  • E-mails informativos. Esses emails não são destinados a impulsionar as vendas. Eles devem aumentar o reconhecimento e a fidelidade da marca, além de apresentar assinantes a produtos e serviços. Os exemplos mais populares de e-mails informativos são boletins informativos, enquetes, dicas, instruções, análises de produtos e artigos de blog.
Example of informational email
  • E-mails promocionais. Esses e-mails são destinados à venda de produtos e serviços. Eles devem persuadir os assinantes a fazer uma compra – eles são breves e contêm um simples apelo à ação. Em um e-mail promocional, você pode informar aos assinantes sobre vendas, promoções sazonais ou descontos.
Example of promotional email
  • E-mails transacionais ou de gatilho. Esses e-mails geralmente são enviados automaticamente para um evento específico, por exemplo, uma compra ou inscrição em um site, notificação de cobrança, lembrete de reserva etc. Eles permitem que os clientes recebam uma resposta instantânea e especialistas em e-mail ou equipes de suporte automatizem processos e economizem recursos em tarefas rotineiras.
Example of transactional email
  • E-mails de reativação. Esses e-mails são enviados para assinantes que não estão ativos há algum tempo. Com a ajuda deles, você pode retomar a interação com os clientes ou, se eles não estiverem interessados ​​em suas ofertas, interromper a comunicação e removê-los da lista de discussão. Isso ajuda a minimizar o risco de prejudicar a reputação do endereço IP e também ajuda a controlar o orçamento de marketing ao não gastar dinheiro com assinantes inativos. Mas o mais importante, pode ajudar a reavivar os assinantes e trazer conversões e lucros adicionais. Normalmente, os e-mails de reativação contêm descontos pessoais, presentes e bônus – algo para despertar o interesse do assinante.
Example of reactivation email

Começar com o email marketing

O e-mail marketing consiste em várias etapas importantes. Vamos descobrir como lançar uma campanha de e-mail de sucesso.

Escolher um serviço de email

A primeira coisa que você deve fazer é decidir como enviar seus e-mails. Usar seu endereço de e-mail pessoal é uma péssima ideia, porque:

  • Você não pode enviar um grande número de emails. Por exemplo, o Gmail permite enviar até 500 mensagens por dia para um máximo de 500 destinatários.
  • E-mails de endereços pessoais são muito propensos a ir para o spam. Seus clientes podem nem ver seus e-mails.
  • Você não poderá analisar a eficácia de sua campanha. Você não conseguirá entender quais emails foram bem sucedidas, quem as abriu, quem clicou no link, etc.
  • Não há possibilidade de personalizar e-mails. A maioria dos modelos de e-mail com botões, imagens e banners estão disponíveis apenas por meio de serviços especiais.
  • Não haverá botão de cancelamento de inscrição, o que pode violar as leis em alguns países.

Portanto, você deve selecionar um provedor de serviços de e-mail para sua empresa. Ele permitirá enviar e-mails em massa e analisar campanhas em um só lugar, além de automatizar tarefas rotineiras a um baixo custo. Existem muitos serviços de e-mail com as mesmas funções aparentemente. Você deve passar por cada um para entender qual deles é adequado para suas necessidades específicas de negócios.

Independentemente dos objetivos que você busca, os recursos do serviço devem incluir o seguinte:

  • Importação de contatos. Você deve poder fazer upload de uma lista de contatos em diferentes formatos: csv, txt, xls, xlsx. Adicionar todos os contatos manualmente exige muito esforço e consome muito tempo, especialmente se você estiver trabalhando com uma grande lista de clientes.
  • Segmentação de contatos. Esta função permite agrupar os assinantes por diferentes características. Isso ajudará a adequar seus e-mails a públicos específicos, para que você não envie a mesma carta para todos de uma lista, principalmente para aqueles que podem não estar interessados ​​em sua oferta.
  • Editor visual. O e-mail deve ser atraente e envolvente. Você deseja que seu serviço forneça um editor visual para criar e-mails atraentes e funcionais. A melhor opção é o editor de blocos com uma biblioteca de modelos e a capacidade de fazer upload de seu próprio código HTML.
  • Personalização. O serviço deve ser capaz de incluir automaticamente os dados pessoais dos assinantes no e-mail, por exemplo, seu nome, empresa ou bônus. Isso pode ajudar a aumentar as taxas de abertura de e-mail.
  • E-mails programados. Esse recurso permite agendar um e-mail para uma hora e data específicas, o que é útil se você deseja enviar suas mensagens durante os feriados ou fins de semana.
  • Análise. Para avaliar a eficácia de uma campanha de e-mail ou de um e-mail específico, você precisa ter acesso a estatísticas e análises. Esse recurso permite rastrear o número de e-mails enviados e entregues e descobrir sua taxa de abertura e cliques. Dessa forma, você saberá quais campanhas falharam e quais foram mais bem-sucedidas do que outras e ajustará seus próximos passos de acordo.
  • Botão Cancelar inscrição. Todo serviço deve suportar a adição de um botão ou link de cancelamento de assinatura. Sem ele, seu e-mail corre o risco de acabar em spam.
  • E-mails automatizados. O serviço de e-mail deve ter uma interface API e documentação API, que permita o envio de e-mails em resposta às ações dos usuários no site ou no sistema CRM.

Todos esses recursos não apenas facilitarão seu trabalho com e-mails, mas também ajudarão a evitar possíveis problemas legais ou perda de confiança. O serviço ajudará você a criar e-mails atraentes em vários cliques e analisar métricas importantes: taxa de abertura, taxa de cliques, usuários não inscritos, etc.

Aqui estão alguns serviços populares que suportam os recursos mencionados acima:

Definir objetivos

Definir metas é uma etapa essencial de toda campanha de e-mail. Com metas definidas com precisão, você pode descobrir as etapas necessárias e analisar seu progresso em direção a elas. Eles podem variar dependendo das necessidades do seu negócio, mas cada objetivo deve ser:

  • Claro. É preciso pensar em resultados e benefícios específicos para a empresa e público-alvo.
  • Limitado no tempo. Você deve definir um período específico para atingir a meta – isso ajudará a controlar o processo.
  • Significativo. Tente determinar como sua empresa se beneficiará após atingir a meta. Se o valor for insignificante, provavelmente é um desperdício de recursos.
  • Alcançável. Seja realista – planeje um orçamento com precisão, considerando todos os recursos disponíveis. Não persiga metas inatingíveis.
  • Mensurável. Decidir sobre critérios específicos para avaliar os resultados. Determine os principais indicadores de desempenho e verifique-os constantemente para garantir que seus esforços ajudem a atingir a meta.

Por exemplo:

Objetivo mal definidoObjetivo claro ✅
Aumente o tráfego do site com a ajuda do email marketing.Reduza o custo do tráfego pago aumentando o tráfego vindo do e-mail para o site em 30% até o final do ano.
Aumente a conscientização da empresa por meio de e-mail marketing.Aumente o nível de conscientização sobre o produto entre o público de 20 a 40 anos para 25% usando e-mails durante o primeiro ano após o lançamento no mercado.

Com os objetivos certos definidos, tente descobrir como alcançá-los. Definir KPIs menores pode ser bastante útil. KPIs menores não apenas ajudam a concluir tarefas preliminares, mas também selecionam o caminho mais curto para o objetivo principal.

Recolher bases de dados de emails

Existem várias maneiras de convencer os usuários a assinar seus e-mails: descontos na primeira compra, avaliações gratuitas, listas de verificação úteis, bônus e muito mais. Vamos analisar alguns dos métodos populares de coleta de seu banco de dados de e-mail.

Importante

Os usuários devem sempre ter a opção de se recusar a se inscrever para receber e-mails. Portanto, certifique-se de que seus assinantes deram consentimento explícito para receber seus e-mails. Você pode obter permissão para processar dados pessoais e enviar e-mails por meio de consentimento por escrito, usando uma caixa de seleção nos formulários de inscrição ou por meio de opt-in duplo. Caso contrário, seus e-mails correm o risco de acabar em pastas de spam ou chegar a usuários desinteressados.

Como pode ter dados dos subscritores?

  • Formulários de inscrição. A maioria dos sites tem um campo especial para o endereço de e-mail nos formulários de registro. Você pode usá-lo para coletar informações para campanhas de e-mail.
Registration form with a subscription check box
  • Confirmações de pedidos. Quando os usuários fazem um pedido no site, eles inserem um endereço de e-mail para receber os detalhes do pedido. Você pode adicionar uma caixa de seleção para sugerir a inscrição para e-mails.
Order form with a subscription check box
  • Opiniões. Às vezes, os usuários fazem perguntas ou deixam comentários no site e inserem seus e-mails para obter respostas. Aqui você pode adicionar uma opção para receber e-mails.
Comment form with a subscription check box
  • Geradores de leads. Você pode oferecer conteúdo valioso — e-books, modelos gratuitos, listas de verificação, materiais de treinamento, webinars — em troca do e-mail do usuário. Essa é uma das maneiras mais populares e eficazes de coletar contatos, pois é muito mais fácil para os clientes deixarem um e-mail se forem recompensados ​​por isso.
Lead magnet with subscription box
  • Pop-up no website ou blog. Tente colocar uma janela pop-up ou um pequeno banner na parte inferior da página que descreva brevemente como os assinantes podem se beneficiar de seus e-mails.
Pop-up banner with subscription form

Importante

Não compre informações de contato. Isso é proibido por lei, pois os usuários não consentiram com o processamento de seus dados.

As listas de e-mail compradas ou baixadas têm grande probabilidade de prejudicar sua campanha e até mesmo a empresa como um todo. Além de ser ilegal, a eficiência dos e-mails será próxima de zero – seus e-mails acabarão em spam. Como consequência, o Google pode colocar seu domínio na “lista negra” e aplicar sanções, o que prejudicará ainda mais o site. Portanto, é melhor gastar recursos coletando sua própria lista de e-mail. Dessa forma, você pode ter certeza de que seus e-mails irão para clientes interessados ​​que concordaram em recebê-los.

Segmentação

O banco de dados coletado deve ser dividido em segmentos por diferentes parâmetros. Isso possibilita o envio de ofertas relevantes para grupos específicos de assinantes com base em suas necessidades e preferências. As mensagens direcionadas são muito mais eficazes, o que permite maiores taxas de abertura e conversão.

Aqui estão os principais critérios de segmentação:

  • Demográfico. A segmentação por idade e sexo geralmente é usada no comércio eletrônico, mas não se limita a ele. Por exemplo, os homens são frequentemente oferecidos para comprar acessórios para carros ou ferramentas manuais, enquanto as mulheres recebem cosméticos ou jóias. Você também pode usar essa segmentação para ajustar o design visual e o tom de voz dos e-mails.
Email personalized for male audience
  • Localização. Esse parâmetro de segmentação é usado por empresas que dependem da localização física: restaurantes, lojas, empresas de ingressos para eventos ou locais de trabalho.
Email personalized by location
  • Interesses. Normalmente, a segmentação por interesses implica a divisão pelo tipo de conteúdo que o usuário deseja receber: e-mails promocionais, resumos, notícias ou todos juntos. Você também pode usar outros critérios. No setor B2B, por exemplo, você pode segmentar seu público por nicho de negócios, tamanho da empresa ou categoria de produto em que está interessado. Para conhecer as preferências individuais dos usuários, deixe-os criar perfis pessoais ou marcar produtos no site.
Email personalized by interests
  • RFM (recente, frequência, monetização). Os assinantes podem ser facilmente divididos nos seguintes grupos:
    • Novos usuários. Você pode enviar uma série de cartas de boas-vindas, ofertas atraentes ou materiais de treinamento.
    • Usuários inativos. Envie-lhes vários bônus, presentes e descontos pessoais para motivá-los a comprar novamente.
    • Clientes regulares. Eles geralmente recebem e-mails com promoções e descontos, informações sobre novos produtos ou conteúdo útil.
    • Clientes VIP. Esses assinantes geralmente recebem ofertas exclusivas.
    • Clientes “Mortos”. Esses assinantes não interagem com a empresa há mais de um ano, mas suas informações de contato permanecem em seu banco de dados. Você pode enviar e-mails de reativação com descontos, resumos ou notícias sobre sua empresa ou produtos.

Na verdade, você pode segmentar seu banco de dados de acordo com qualquer critério que seja importante para sua empresa. O principal é entender o que o agrupamento trará para o negócio.

Criar o seu email

O próximo passo é criar o próprio e-mail. Preste atenção a cada elemento: nome e endereço do remetente, assunto, pré-cabeçalho e corpo da mensagem.

Nome e morada

O nome do remetente é uma das coisas que os assinantes prestam atenção. Os usuários precisam entender quem enviou o e-mail para decidir se devem abri-lo ou ignorá-lo. Certifique-se de que seus assinantes entendam de qual empresa veio.

Importante

Tente fazer com que o nome do remetente não tenha mais de 20 caracteres para que seja totalmente exibido em qualquer dispositivo.

O que você pode usar para o nome do remetente? Vamos considerar várias opções:

  • Nome da empresa. Esta é a opção mais popular. Funciona bem se você enviar um e-mail para toda a lista de contatos.
Email with company name in sender's name
  • Nome do funcionário e da empresa. Essa é uma ótima maneira de mostrar que o email vem de uma pessoa real e não de um programa automatizado. Essa abordagem pode ajudá-lo a conquistar seguidores e fidelizar a empresa. Se você tiver vários tipos de e-mails (técnicos, resumos, notícias, etc.), tente usar nomes diferentes para cada um deles. Se você selecionar essa abordagem, tente descobrir o estilo de escrita do autor, ajuste o conteúdo, use a assinatura apropriada e responda às respostas dos assinantes.
Email with employee and company name in sender's name
  • Apenas o nome. Essa opção geralmente é usada para e-mails promocionais de uma marca pessoal, pois mostra que uma pessoa real está se comunicando com o assinante. Grandes empresas podem usar essa opção apenas se for o nome de um especialista popular no nicho. E lembre-se de que essa abordagem pode confundir os leitores porque eles simplesmente podem não entender de quem vem o email e, como resultado, não o abrirão.
Email only with name in sender's name

Importante

Livre-se de noreply em nome do remetente. Os usuários geralmente excluem esses e-mails porque ninguém quer receber cartas de um robô. Em vez disso, use o nome de uma pessoa real que trabalha para sua empresa.

Use apenas endereços de e-mail corporativos. Como mencionado anteriormente, na maioria dos casos, as correspondências em massa de e-mails públicos acabam em spam. Você pode usar um e-mail público apenas para e-mails de teste ou para uma pequena lista de contatos.

✅ Endereço corporativo: @empresa.com

❌ Endereço público: @gmail.com, @live.com, @yahoo.com, etc.

Além disso, tente evitar alterar o endereço do remetente com muita frequência – ele deve ser reconhecível e distinto.

Assunto e pré-cabeçalho

A segunda coisa que os usuários olham é o assunto. Este é o título da carta que fornece uma breve descrição do que é um e-mail e o diferencia de outros e-mails na caixa de entrada.

Há sempre um preheader ao lado de um assunto. Esclarece o assunto e convence o assinante a abrir a carta.

Email with subject and preheader text

Aqui estão algumas diretrizes básicas que você deve seguir ao criar seu assunto e pré-cabeçalho:

  • Personalize os emails. E-mails com assuntos e preheaders personalizados têm 26% mais chances de serem abertos. Você pode incluir o nome do destinatário, sua cidade de residência, quantidade de bônus disponíveis, etc.
Email with recipient's name in subject
  • Mantenha-o curto. Você quer ter certeza de que o assunto será totalmente exibido em qualquer dispositivo. Evite criar tópicos com mais de 40 caracteres. Pense em cada palavra para chamar a atenção do usuário e convencê-lo a abrir o e-mail.
  • Adicione uma ação. Chamadas diretas para ação tendem a aumentar a taxa de abertura da carta. A chamada para ação pode ser colocada tanto no assunto quanto no pré-cabeçalho. Isso funciona especialmente bem para e-mails promocionais.
Email with call-to-action in subject
  • Evite clickbait ou spam. Livre-se de palavras agressivas e não use maiúsculas ou pontos de exclamação redundantes, pois isso pode acionar filtros de spam. Mesmo que essa carta chegue à caixa de entrada, é improvável que seja lida.
  • Use emojis. Eles ajudam seus e-mails a se destacarem dos outros e atrair a atenção do usuário. Mas não abuse deles, pois também pode ser considerado spam.
Email with emoji in subject
  • Não engane. Se você prometer algo no assunto, certifique-se de cumprir no corpo do e-mail. Se você não fizer isso e o assunto for irrelevante para o restante do conteúdo, isso prejudicará a confiança e os usuários simplesmente excluirão a mensagem ou denunciarão spam.

Preste o máximo de atenção possível ao assunto e ao pré-cabeçalho, pois eles determinam se o usuário abrirá o e-mail ou não.

Corpo do email

O corpo é outra parte essencial do e-mail. Nele, você deve revelar totalmente o assunto, oferecer seus serviços e convencer os assinantes a realizar outras ações – visitar o site, fazer uma compra, se cadastrar, etc.

Ao criar um corpo de e-mail, tente manter a consistência com o site – use cores corporativas, tom de voz, elementos gráficos distintos etc. Dessa forma, seus e-mails serão fáceis de reconhecer e diferenciar.

Falando em design de email, um layout de coluna única é a melhor opção na maioria dos casos. Dessa forma, seu e-mail terá uma estrutura direta – os usuários não precisarão pular entre as colunas e será mais fácil manter a atenção deles.

Email with single-column layout

Além disso, preste atenção à qualidade de sua cópia. Ajuste a estrutura do texto e divida-o em blocos semânticos e parágrafos para tornar seu e-mail legível. Escreva da forma mais clara e simples possível – evite afirmações vagas, termos complexos e frases longas.

E tenha em mente que os usuários não gostam de longreads. Portanto, mantenha-o curto. Claro, tudo depende do tema e do que você tem a oferecer. Por exemplo, um e-mail com uma seleção de artigos ou dicas úteis pode ser bastante considerável. Mas os e-mails promocionais devem ser o mais breves possível. Idealmente, deve levar aproximadamente 11 segundos para ler.

Os e-mails devem sempre conter uma simples chamada para ação. Aumente o interesse de seus leitores, mantenha sua atenção focada e guie-os para o CTA. É sempre uma boa ideia adicionar um botão visível para a chamada à ação. Mas se o formato de e-mail precisar de vários botões, certifique-se de que os leitores possam diferenciá-los e que o principal se destaque dos demais. Por exemplo, preencha o botão principal com cor, mas deixe o restante transparente com apenas as bordas delineadas.

Email with several calls-to-action

Rodapé

Não se esqueça do rodapé do seu e-mail. Deve conter informações importantes, por exemplo:

  • contatos da empresa (endereço, horário de trabalho, redes sociais)
  • detalhes sobre a pessoa que enviou o e-mail
  • links para aplicativos móveis, categorias de sites ou páginas importantes
  • uma frase que explica por que uma pessoa recebeu um e-mail
Company information in email footer

Mas a coisa mais importante a incluir no rodapé é o botão ou link de cancelamento de inscrição. Deve estar no mesmo idioma da cópia principal. Não envie e-mails sem ele e não tente escondê-lo mesclando sua cor com o plano de fundo ou minimizando a fonte.

Unsubscribe button in email footer

Pode ser uma boa ideia duplicar o link de cancelamento de inscrição no cabeçalho do e-mail.

Unsubscribe button in email header

Por que estamos falando tanto sobre o botão de cancelamento de inscrição? Porque ajuda a criar confiança em seus e-mails. Quando os usuários têm a opção de cancelar a assinatura facilmente a qualquer momento, eles não reclamam de spam. Isso contribui para sua boa reputação no serviço de e-mail e ajuda a evitar quedas no desempenho. Além disso, desta forma você pode limpar sua lista de discussão de usuários desinteressados ​​ou inativos.

Além disso, o rodapé pode conter informações sobre de onde você obteve as informações de contato do assinante.

Company contact information in email footer

Outra observação importante: os emails não devem ultrapassar 102 KB. Se for muito grande, o Gmail poderá cortá-lo e os leitores não verão partes importantes do e-mail, o que afetará a conversão. Isso também aumenta significativamente o risco de entrar em spam.

Por último, mas não menos importante, preste atenção ao layout responsivo. Os e-mails responsivos podem se ajustar a qualquer tela ou dispositivo – o texto e as imagens terão o tamanho ideal e não haverá mudança de layout horizontal. Você pode usar ferramentas especiais como Litmus ou Email on Acid para ver como seu email é exibido em diferentes dispositivos.

Agendar emails

Os horários de envio de e-mails podem variar de empresa para empresa e dependem de muitos fatores: público-alvo, nicho de negócios, conteúdo de e-mail etc. De acordo com um estudo, a maioria dos e-mails é enviada das 5h às 10h. A maior taxa de abertura é geralmente à tarde, das 13h às 14h, e à noite, das 20h às 22h.

Estudos também mostram que alguns dias são melhores para enviar e-mails específicos do que outros. Por exemplo, segunda-feira funciona melhor para enquetes e sexta-feira para conteúdo de entretenimento e promoções. E-mails comerciais têm taxas de abertura mais altas de terça a quinta-feira.

Mas não importa o que as estatísticas e pesquisas mostrem, você deve analisar seu público e determinar o melhor momento para suas campanhas de e-mail. Para descobrir o momento ideal, você pode fazer testes A/B — divida sua lista de e-mails em vários grupos e envie e-mails em horários diferentes. Faça vários testes A/B, defina o horário que funciona melhor para o seu nicho e ajuste suas campanhas de acordo.

Independentemente dos resultados do teste, você pode permitir que seus assinantes escolham a frequência. No formulário de inscrição, permita que eles selecionem com que frequência desejam receber seus e-mails, por exemplo, diariamente, semanalmente ou mensalmente.

Dedique algum tempo para identificar os pontos de interação com seu público. Deixe-os escolher o conteúdo de que precisam. Alguns usuários podem estar interessados ​​em descontos ou anúncios, outros em artigos de blog ou webinars. Isso ajudará você a planejar seu conteúdo e determinar a frequência dos e-mails.

E, claro, se sua empresa opera em vários fusos horários, não se esqueça de levar isso em consideração. Os clientes devem receber e-mails em um momento apropriado para eles.

Automar processos com o email marketing

O email marketing pode ajudar a automatizar alguns processos, economizando tempo e orçamento. Para configurar a automação, você precisa definir determinados eventos de acionamento que iniciarão uma cadeia de e-mails para o usuário. Você pode configurar e agendar várias cadeias com uma variedade de letras para diferentes eventos de acionamento:

  • confirmação após o registro no site
  • confirmação após responder a uma pesquisa
  • lembrete sobre um carrinho de compras abandonado
  • informações sobre um pedido ou compra
  • subscrição da newsletter
  • acompanhamentos após eventos ou webinars
  • notificação sobre a mudança de senha ou informações de contato
  • parabéns por aniversários ou aniversários
  • mensagens de integração com instruções sobre como usar o produto
  • novidades da empresa
  • promoções, ofertas especiais e campanhas de reativação

As cadeias de e-mail podem ser usadas em qualquer nicho para que as empresas mantenham contato constante com seu público. Isso é especialmente importante no comércio eletrônico e B2B devido a um longo ciclo de transações e alta concorrência.

O benefício indiscutível dos e-mails automatizados é a velocidade de comunicação com os assinantes. Essa abordagem ajuda a construir relacionamentos de longo prazo com os clientes e aumentar sua fidelidade.

Avaliar o sucesso de campanhas de email

Para descobrir quais campanhas são mais bem-sucedidas do que outras e o que pode ser feito melhor da próxima vez, você deve avaliar a eficácia de seus e-mails. Existem vários indicadores de desempenho que você deve acompanhar:

Entrega—a porcentagem de e-mails que chegaram às caixas de correio dos destinatários. Você quer que este indicador se aproxime de 99%. A baixa capacidade de entrega é um problema sério e indica que você pode ter sido bloqueado.

Como pode melhorar esta métrica:

Taxa de abertura—a porcentagem de usuários que abriram um email. Indica o quão bem seu e-mail chama a atenção dos assinantes. 20% é considerado uma taxa de abertura bastante boa.

Como pode melhorar esta métrica:

  • Experimente nomes de remetentes, endereços ou linhas de assunto diferentes
  • Tente outro dia e hora para enviar e-mails
  • Remover endereços inativos da lista de e-mails

Taxa de Cliques (CTR)—a porcentagem de usuários que clicaram no botão ou link de CTA colocado no e-mail. Uma CTR baixa significa que os assinantes não estão interessados ​​o suficiente para seguir o link.

Como pode melhorar estas métricas:

  • Revise sua oferta para torná-la mais valiosa para os assinantes
  • Corrija a estrutura do texto para torná-lo mais simples
  • Execute testes A/B para encontrar frases de chamariz convincentes

Usuários não subscritos—o número de pessoas que cancelaram o recebimento de e-mails. Alguns motivos comuns pelos quais os usuários decidem cancelar a inscrição são: eles recebem muitos e-mails, perderam o interesse ou estão insatisfeitos com alguma coisa.

Como pode melhorar estas métricas:

  • Verifique a frequência de seus e-mails
  • Certifique-se de que seus e-mails agreguem valor ao seu público-alvo
  • Construa confiança e evite fazer promessas que você não pode cumprir

Rejeições—o número de mensagens que não chegaram às caixas de correio dos assinantes. Uma alta taxa de rejeição pode indicar que seu endereço foi colocado na lista negra por usuários ou que os e-mails estão sendo enviados para endereços de e-mail inativos. Tente manter sua taxa de rejeição abaixo de 0,5% porque alguns provedores de serviços de e-mail bloqueiam domínios com uma taxa de rejeição superior a 1%.

Como pode melhorar esta métrica:

  • Verifique se o seu domínio está em listas negras
  • Certifique-se de atender às condições e requisitos dos provedores de serviços de e-mail
  • Excluir usuários que se recusaram a receber seus e-mails
  • Limite a frequência de envio de e-mails para clientes inativos
  • Configurar a confirmação de assinatura de aceitação dupla
  • Adicione o botão de cancelamento de inscrição
  • Livre-se de palavras de spam no texto

Taxa de conversão—o número de usuários que converteram do e-mail: compraram, baixaram seu conteúdo, se inscreveram etc.

Como pode melhorar esta métrica:

  • Configure cadeias de e-mail para aquecer e reter assinantes
  • Personalize e-mails e ofertas
  • Incentive as conversões com descontos, frete grátis, bônus ou presentes
  • Permita que os usuários escolham a frequência e o tipo de conteúdo que recebem
  • Otimize as páginas de destino às quais seus e-mails se referem

Acompanhe esses indicadores constantemente para avaliar a eficácia de suas campanhas e fazer ajustes rápidos, se necessário.

Lucratividade do email marketing

Como mencionei anteriormente, o email marketing é uma das ferramentas de marketing mais econômicas que podem trazer retornos consideráveis ​​com investimento mínimo. O custo de lançar uma campanha de e-mail depende de muitos fatores: provedor selecionado, tamanho da lista de contatos e funcionalidade necessária. Isso significa que o custo exato varia para cada campanha e depende diretamente das metas definidas.

Vamos dar uma olhada em alguns serviços de e-mail diferentes e seus planos de preços mensais:

  • SendPulse: grátis até 500 assinantes, até $ 840 para 500.000 assinantes
  • MailChimp: gratuito até 2.000 contatos com funcionalidade limitada, $ 1.190 para 200.000 contatos
  • Monitor de campanha: US$ 9 para 500 assinantes, até US$ 299 para 50.000 assinantes
  • GetResponse: de US$ 10 para 1.000 contatos e até US$ 580 para 100.000 contatos e recursos avançados
  • UniSender: de US$ 7 para 500 contatos e até US$ 1.482 para 500.000 contatos
  • eSputnik: cerca de US$ 2 por 1.000 contatos e US$ 450 por 250.000 contatos
  • Reply.io: de $ 70 para 1.000 contatos e até $ 120 para uma lista ilimitada

Depois de escolher uma plataforma, decida quanto você pode gastar para coletar endereços de e-mail. Esse custo inclui redação, design de banner, criação de iscas digitais, anúncios, etc. Com tudo isso em mente, você saberá o custo aproximado de sua campanha de e-mail.

Observe que o email marketing é uma ferramenta de longo prazo. Não espere muitos lucros nos primeiros meses. Se sua campanha de e-mail valer a pena em dois anos, considere um bom resultado. No entanto, é um investimento extremamente eficaz: cada US$ 1 gasto no Google AdWords gera US$ 2 de receita, enquanto o marketing por e-mail pode retornar US$ 44.

Dicas úteis

O e-mail marketing é um tema muito extenso e podemos continuar falando sobre ele. Mas vamos apontar algumas dicas básicas que vão te ajudar a evitar erros comuns e melhorar o desempenho de suas campanhas de e-mail:

  • Cumpra com as regras locais. Dependendo de onde os usuários para os quais você fornece serviços ou vende mercadorias estão localizados, cumpra as leis e regras aplicáveis: o GDPR para o Reino Unido e a UE, a lei CAN-SPAM nos EUA etc. Por exemplo, o GDPR exige usando a verificação em duas etapas para assinatura e esclarecendo como os dados do usuário estão sendo armazenados e transmitidos.
  • Limpe a lista de emails regularmente. Qualquer banco de dados se torna obsoleto com o tempo – alguns usuários cancelam a assinatura e outros param de abrir seus e-mails. Esses assinantes não trazem nenhum benefício e apenas pioram as estatísticas. Limpar seus contatos reduzirá o custo de suas campanhas, melhorará as métricas de desempenho e reduzirá as reclamações.
  • Receba novos subscritores. Os usuários esperam receber um e-mail seu após a assinatura. Não hesite em demonstrar sua apreciação e atenção a cada novo assinante. Faça uma introdução aos produtos e serviços e fale sobre os benefícios. Você pode até criar uma cadeia de e-mails de boas-vindas para melhorar o engajamento.
  • Envie emails regularmente. Escolha uma certa frequência e envie e-mails repetidamente. Mas lembre-se de que enviar e-mails com muita frequência também é ruim – os usuários não vão gostar e cancelarão a assinatura ou reclamarão de spam.
  • Verifique os emails para spam. Se você usar palavras de spam ou um número excessivo de pontos de exclamação na linha de assunto, a capacidade de entrega do e-mail se deteriorará.
  • Teste seus e-mails. Verifique a aparência dos e-mails em diferentes dispositivos e certifique-se de que seus leitores possam interagir com todos os elementos.
  • Segmente a sua audiência. Isso aumentará a taxa de conversão porque e-mails direcionados são mais eficazes do que em massa.

Conclusão

O e-mail marketing é um canal de comunicação eficaz que pode ajudar a criar fidelidade à marca, gerar tráfego e aumentar as vendas. Vamos percorrer cada etapa de uma campanha de marketing por e-mail mais uma vez:

  • Escolha um serviço de email. Sem um, você não poderá enviar um grande número de e-mails e monitorar sua eficácia.
  • Defina objetivos. Defina metas mensuráveis, alcançáveis, claras e significativas com prazos específicos. Isso irá ajudá-lo a planejar seus próximos passos e avaliar os resultados.
  • Recolha dados dos usuários. Selecione várias maneiras de coletar os endereços de e-mail de clientes em potencial. Use iscas digitais, banners, pop-ups, anúncios, etc. Nunca compre informações de contato.
  • Segmente a sua audiência. Isso permitirá que você envie ofertas relevantes para grupos específicos de assinantes com base em suas necessidades e preferências.
  • Crie emails interessantes. O nome do remetente deve estar associado à marca. O assunto e o preheader devem sempre provocar interesse. A cópia do corpo deve ser o mais informativa possível e ter uma chamada à ação direta.
  • Decida a frequência. Examine seu público e faça um teste A/B para entender melhor a melhor frequência e cronograma de envio. Isso pode ajudá-lo a melhorar o desempenho do e-mail.
  • Automatize os emails. Isto vai poupar tempo e recursos.
  • Analise os resultados. Monitore constantemente a entregabilidade, taxa de abertura, CTR, taxa de rejeição e taxa de conversão de seus e-mails. Isso ajudará você a avaliar seu sucesso e planejar as próximas etapas para melhorar o desempenho e as conversões.

Com essas dicas em mente, você está pronto para lançar sua campanha de e-mail e obter ótimos resultados. Boa sorte!

Subscreva ao nosso Blog

Subscreva à nossa newsletter e resumos para ter novidades, artigos de especialistas e dicas de SEO na sua caixa de correio.

Obrigado!
Subscreveu com sucesso ao nosso blog!
Por favor verifique o seu email para confirmar a subscrição.
Publicar
Escrever um comentário

O seu endereço de email não será publicado.